sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Zahtar



É uma mistura que leva gergelim, coentro, orégano, manjerona, sal refinado, colorífico e acidulante ácido cítrico.

É salpicada em carnes e vegetais ou usada para patês.

Pode ser misturado com azeite de oliva a distribuído no pão ou massa de esfiha antes de assar.

Vinagre Balsânico

É um vinagre escuro, feito de suco não-fermentado de uvas brancas amassadas, geralmente da região de Trebianno, envelhecido em barris de madeira.

O vinagre balsâmico autêntico é produzido no Norte da Itália, próximo a Módena.

De sabor característico, forte e muito gostoso é utilizado para o tempero de saladas.

Sumac

Rhus coriaria
Summac, Sumagre

Pó vermelho e ácido extraído das frutas da planta sumagre, bastante utilizado nas cozinhas árabe e libanesa. Tempera carnes, acelga recheada e tabule.

Salsa ou salsinha



A salsa é a erva aromática mais conhecida e mais utilizada na cozinha, no preparo de molhos, para temperar carnes, aves, peixes, sopas, saladas verdes, tomates, omeletes, na manteiga temperada, em recheios e canapés.

É rica em potássio, cálcio e vitamina C.

Pimenta de cheiro



Apresenta frutos alongado, arredondado, triangular, campanulado e retangular.

Seus frutos quando maduros variam desde o amarelo-leitoso, amarelo-forte, alaranjado, salmão, vermelho até preto quando maduros.

Existem variedades com pugência doce, picante baixo e até picante alto.

Seu aroma é alto, sendo bastante utilizada em saladas, como condimento para carnes, principalmente peixes.

Pimenta típica da culinária baiana e nordestina, sua presença é obrigatória em pratos como o xinxim de galinha e os bobós.

Pimenta do reino verde

É a pimenta do reino colhida em seu estagio inicial de desenvolvimento, quando ainda está verde.

E utilizada em pratos como o steak de filé mignon com poivre vert (pimenta verde em francês).

Pimenta síria

A pimenta síria é uma mistura de pimenta-da-jamaica, pimenta-do-reino, canela, cravo da índia e noz-moscada, muito utilizada no preparo de pratos árabes.

Pimenta Habanero



Originária do Caribe e da Costa Norte do México, foi a primeira pimenta a ser cultivada pelos Maias.

É utilizada fresca, seca ou em molhos.

Tem um sabor muito forte que persiste na boca.

As suas cores variam entre amarelo, laranja e vermelho.

Pimenta chilli

Proveniente do México, é uma pimenta extremamente picante, utilizada no preparo de pratos mexicanos e italianos.

Ideal para sopas, cremes, molhos cremosos e de tomate, frutos do mar, carnes, aves, vegetais e coquetéis.

Pimenta calabresa

A pimenta calabresa não é uma espécie de pimenta, é apenas uma pimenta desidratada que se comercializa na forma de flocos com sementes ou em pó.

No Brasil utiliza-se a pimenta dedo-de-moça. Na Europa, principalmente Itália, a pimenta Pepperoncini.

Deve ser utilizada com moderação pois o processo de secagem acentua bastante o sabor e a pungência das pimentas.

Utiliza-se na preparação de molhos picantes, lingiça, lombo, carnes e peixes.

Pimenta Americana ou Doce

Apresenta frutos alongados de cor verde intenso e brilhante.

É uma pimenta de baixo aroma e pungência doce, utilizada no preparo de vários pratos da comida brasileira, muitas vezes substituindo o pimentão.

Papoula

A semente da papoula é crocante e saborosa.

É utilizada em saladas, massas amanteigadas, pães, bolos, tortas, biscoitos, salgadinhos de queijo, salada de frutas e compotas.

Noz-Moscada

Ao natural, deve ser ralada somente na hora de usar.

Utilizada em carnes, peixes, legumes, sopas, no recheio de massas, pratos à base de queijo, molhos branco, bechamel, omeletes, purês, conservas, bolos, tortas, biscoitos e bebidas com leite quente ou gelado.

Molho Inglês ou Worcestershire

É um tempero líquido de cor escura e sabor característico, feito de vinagre de malte, melaço, açúcar, cebola, alho, tamarindo, cravo, essência de anchova e extrato de carne.

É utilizado para temperar carnes, aves, sopas, molhos, caldos, caças, ensopados, recheios e sanduíches.

Manjericão

As folhas frescas de manjericão, cortadas finamente ou esmagadas perfumam e acrescentam personalidade a saladas, massas e sopas.

Utilize no momento de servir pois o manjericão não suporta bem o cozimento.

Prefira combina-lo com óleo de oliva e suco de limão ao invés de vinagre.

Seu sabor complementa o da cebola e azeitonas pretas.

Conserve o manjericão fresco misturando-o com um pouco de óleo de oliva.

Louro

Em folhas frescas, secas ou moída, é utilizada em caldos, cozidos, feijão,marinadas, molhos, peixes ao forno, arroz, batatas e legumes.

Em geral, seja qual for o prato, uma simples folha de louro é suficiente.

Hortelã ou Menta

É utilizada para temperar cordeiro, sopas geladas e molhos para saladas, principalmente de tomate.

Muito utilizada na preparação do tabule e chás árabes.

Experimente com salada de frutas, chá gelado e suco de abacaxi.

Gergelim

Sementinha originária da Índia usada em canapés, biscoitos, pães, tortas, cremes e pudins.

É também utilizada em temperos para aves, carne de porco e peixes.

Estragão

É uma erva que tem sabor adocicado e ao mesmo tempo picante.

Usa-se em saladas verdes, pickles, cozidos de panela, frutos do mar e pratos com ovos.

É o condimento indispensável ao molho Beanaise.

Experimente com manteiga derretida e suco de limão para recheios de peixes.

Ervas Finas ou Fines Herbes

É uma mistura de ervas.

Geralmente, salsa, cebolinha, manjerona etc..

É utilizada cobertura de queijos, patês de ricota, omeletes e suflês.

Erva Doce ou Funcho

É uma planta que possui um bulbo do tamanho de um punho fechado, de cor branca e sabor adocicado, talos tenros, carnosos e folhas verdes.

As folhas podem ser usadas para temperar saladas, feijão branco, carne de porco, peixes, sopas de peixe, caldos marinados e molhos.

O bulbo cortado em quadradinhos ou tirinhas serve para acompanhar saladas, canapés ou como entrada, cru ou temperado.

Curry Taj Mahal

O curry Taj Mahal, de origem indiana, é um tempero preparado que leva gengibre, pimenta do reino, canela, cominho, cardamomo, cravo, erva doce, cúrcuma, coentro, mostarda e noz moscada.

Utiliza-se em carnes, aves, peixes, sopas, molhos, arroz, casseroles, queijos, legumes, camarões, ovos e canapés.

Cravo ou Cravo da Índia

Doce e picante é usado tanto para decorar quanto dar sabor.

É utilizado em caldas de frutas, nos doces à base de coco e abóbora, pudins, bolos, pães, pão de mel, biscoitos, quentão, vinho quente, presunto defumado, pernil e pato à califórnia.

Colorau ou Colorifico

É uma mistura de sabor picante, feita com semente de urucum, fubá e óleo de soja.

É também utilizada para dar cor vermelho-alaranjada aos alimentos, principalmente arroz.

Você poderá utilizá-la em carnes, aves, peixes, caldeiradas, moquecas, sopas e molhos em geral.

É também utilizada em pães, doces, queijos e manteigas.

Coentro

Erva aromática muito utilizada no nordeste do Brasil em pratos típicos e industrialmente em linguiças, salsichas e embutidos.

Com sabor marcante, tem a recomendação do uso moderado.

É utilizada em carnes, aves, principalmente peixes, em sopas, conservas, vinhas d alho e na preparação do molho curry indiano.

Mais raramente em pães e doces.

Cerefólio

Semelhante à salsinha porém mais suave e delicada.

Pode ser utilizada no lugar da salsinha.

Em pratos quentes, deve ser adicionada no final do cozimento para não perder o gosto.

Cebola

Crua ou cozida na água com sal, a cebola é um alimento rico em vitamina C.

É anti-séptica, estimulante, diurética, digestiva e purificadora do sangue.

É utilizada em aperitivos, antepastos, saladas, sopas, massas, carnes, aves, peixes e molhos.

Cardamomo

Essencial na cozinha indiana, é usada no tempero de arroz.

Possui sabor picante e adocicado.

Usa-se em sopas, picles, carnes de porco, fígado, peixes, pães, biscoitos, bolos e cremes.

É utilizada no café árabe e para aromatizar licores.

Canela

Também conhecida como canela da china, apresenta-se em pau ou pó.

Usa-se para dar um sabor especial a doces, pães e bolos.

É muito utilizada em banana cozida ou assada, arroz doce, vinho quente, quentão, compotas, caldas, cremes e chocolates.

Bicarbonato de Sódio

É um fermento em pó utilizado no preparo de bolos e biscoitos.

Anis-Estrelado

Especiaria que tem a forma de uma estrela, com 8 pontas.

Deve ser utilizada seca e em pouca quantidade, pois é tóxica.

É usada na preparação de carnes de porco, pato, peixes, frutos do mar, pães, biscoitos, doces, geléias e gelatinas. É também usado para fazer licores, chás e aromatizar bebidas alcoólicas.

Alho

O olho é o bulbo de uma planta herbácea. Com sabor picante e aroma forte, é um dos condimentos mais utilizados na culinária mundial.

Os dentes do bulbo do alho, depois de descascado, é utilizado esmagado, picado ou fatiado. Pode ser utilizado cru, grelhado, assado ou frito.

Nunca utilize um alho queimado na preparação dos alimentos. O alho queimado incorpora ao prato um sabor ácido e desagradável.

Pode ser utilizado em grãos, em pó ou flocos nas mais diversas receitas de salgados.

Alecrim

É uma erva aromática de sabor forte e ligeiramente canforado.

Deve ser adicionada inteira ou picada no final do cozimento, para evitar a evaporação de seus óleos aromáticos.

É utilizada para perfumar carnes, aves e peixes grelhados.

Principalmente, carne de porco, carneiro, cabrito, cordeiro e carne de vitela.

É também utilizada em sopas, molhos, legumes, arroz e saladas.

Acrescenta um sabor delicioso à maionese.

Apresenta-se também desidratadas ou em pó.

Aipo ou Salsão

O salsão tem propriedades estimulantes, diuréticas e digestivas. É rico em fibras, vitaminas A e C.

Pode ser comido cru, cortado em rodelas ou ralado, acrescentando uma textura crocante às saladas.

É muito utilizado em cozidos, ensopados e molhos. Use em pequenas quantidades porque esta planta possui um óleo com aroma muito forte que se mistura aos alimentos durante o cozimento.

Açafrão da Terra ou Cúrcuma

A cúrcuma é uma especiaria utilizada como alternativa ao verdadeiro açafrão.

Também conhecida falso açafrão, açafrão de raiz, gengibre dourado ou açafrão do amazonas, são nomes populares da cúrcuma, uma especiaria mais econômica utilizada como alternativa ao verdadeiro açafrão.

A cúrcuma é uma especiaria de coloração amarelo-dourado que tem um sabor ligeiramente amargo e perfume almiscarado que se obtém do risoma de uma planta tropical que atinge até 1,5 m de altura da família do gengibre.

É encontrada seca ou em pó e deve ser guardada em local escuro pois perde rapidamente seu aroma e sabor em contato com a luz.

Deve ser dissolvida em um caldo quente antes de ser incorporada a uma receita.

É ingrediente essencial do curry e para acentuar o sabor e dar cor a muitos pratos da cozinha indiana, principalmente arroz.

Seu extrato, conhecido como curcumina, é usado para colorir laticínios, bebidas e mostarda.

De maneira geral, é usada em pratos já condimentados.

Pode ser utilizada em cozidos, sopas, ensopados, molhos, peixes, pratos à base de feijão, receitas com ovos, maioneses, massas, frango, batatas e couve-flor e até pães.

Combina com frutas cítricas, gengibre, açafrão, cardamomo, coentro e cominho.

Zimbro

Muito utilizada na cozinha alemã, é indicada em carnes, caldos, cozidos, vinha d alhos, repolho, coelho, aves, carne de porco e saladas.

Wasabi ou Raiz Forte

É um tipo de raiz forte extremamente picante, que geralmente você encontra em pasta ou em pó.

Para consumir o wasabi em pó, misture com um pouquinho de água e deixe descansar por alguns minutos.

O pó transforma-se numa pasta de coloração verde de aroma e sabor intensos.

É bastante utilizado na culinária japonesa p para temperar sushi (bolinhos de arroz temperados) e sashimi (fatias finas de peixe cru).

Vinagre

Os vinagres mais indicados para aromatizar são aqueles que derivam dos bons vinhos.

O vinagre de vinho branco combina melhor com saladas verdes, de frango ou de mariscos.

O vinagre de vinho tinto combina melhor com carnes, cozidos e marinadas.

O vinagre pode ser misturado com ervas aromáticas e especiarias, tornando os alimentos e saladas mais perfumados.

Para extrair os aromas mais facilmente, esmague levemente as ervas e as especiarias antes de juntar com o vinagre.

Tomilho

Erva aromática de origem mediterrânea é um pequeno arbusto de caule lenhoso e muito ramificado. Suas folhas são pequenas e ovaladas. Suas flores são pequenas e de cor rosada ou branca. Aromático e levemente picante lembra o sabor e aroma do orégano mas é mais leve na digestão.

É ingrediente indispensável no bouquet garni e na composição das ervas de Provença, formando um quarteto espetacular com a sálvia, o alecrim e a segurelha.

Combina com carnes, caças e ovos. Deve ser usado com parcimônia em alimentos de sabor suave, como peixes, aves e legumes, principalmente quando fresco, para que seu gosto não fique muito pronunciado. Vai muito bem como tempero do arroz cozido ou de forno. Dá sabor especial a ensopados, guisados, sopas, legumes de grãos (lentilha, feijão branco) e também a carnes assadas gordurosas, como porco, carneiro e ganso.

Tabasco

Molho picante à base de pimenta peperoncino ou cumari, leva vinagre de aguardente, sal, açúcar e aromas.

As pimentas são fermentadas em barris durante três anos, antes de serem utilizadas no preparo do molho.

Originária do Chile, é encontrada também na Louisiana, onde existe uma grande companhia de pimentas que leva seu nome e a tornou famosa.

É uma pimenta saborosa e bastante picante.

É indicada para o tempero de carnes, peixe, sopas, ovos, ensopados e pratos à base de queijo ou drinques como o blood mary.

Shoyu ou Molho de Soja

Tempero líquido obtido da fermentação natural da soja e do milho muito utilizado nas cozinhas japonesa e chinesa.

O shoyu mais claro é geralmente mais fino e salgado.

O shoyu quando tem adição de melaço é mais grosso e mais doce.

Dá um toque especial aos pratos do dia-a-dia e é indicado para temperar carnes brancas e vermelhas (cozidas, assadas ou grelhadas), refogados, sopas, saladas, peixes, sushi e sashimi.

Sálvia

Excelente tempero para perfumar carnes brancas, ovelhas, porco, coelho e pato.

Tem sabor balsãmico e ligeiramente amargo mas agradável.

É também utilizada no preparo de peixes que tem gordura, laticínios, marinadas, sopas, molhos de tomate, batatas, massas que levam manteiga e até biscoitos.

Raiz forte

É uma raiz branca de cheiro forte e sabor picante que se encontra fresca, em pó ou em pasta.

A raiz fresca deve ser cortada bem fininho, ralada ou picada para liberar seu aroma e seu sabor picante, que é volátil e portanto não indicada no preparo de pratos quentes.

Corte em água corrente para evitar irritação da pele e olhos.

Seu consumo é indicado com rosbife, carnes grelhadas, peixes, particularmente os defumados, salsicha e salada de batata.

É utilizada também em diversos molhos frios, molhos com creme de leite para atenuar o sabor picante, em molhos vinagretes, com ovos e manteiga.

Pode ainda ser consumida em fatias finas temperadas com sal ou azeite e vinagre.

Pimenta do reino

A pimenta do reino é uma das especiarias mais antigas e mais utilizadas no mundo.

Pequena e de formato arredondado, tem um sabor forte e levemente picante.

Originária das florestas equatoriais da Ásia, principalmente Índia, apresenta coloração verde (imaturas) e vermelha (maduras).

Seca ou conservada em salmoura, mantém a cor original dependendo do seu estágio de amadurecimento.

Quando fervidas e depois secas, tornam-se negras e por isso são também conhecidas como pimenta preta.

Pimenta de caiena

Originária da Guiana Francesa é uma mistura de pimentas vermelhas como a malageta, dedo-de-moça entre outras. Encontrada em pó na coloração vermelha, tem sabor forte e pungente.

É bastante utilizada nas cozinhas mexicana e tailandesa para temperar molhos, peixes e aves.

Pimenta da Jamaica

Semente aromática, nativa das Américas e do Oriente que se encontra em pó ou grãos.

É pouco picante e ligeiramente adocicada.

De coloração marrom, possui sabor e perfume que evocam a noz-moscada, o cravo e a canela.

É utilizada em conservas de legumes, carnes de caça, frutos do mar, alguns patês, doces, tortas e pudins.

Pimenta rosa

A pimenta rosa não é uma pimenta, é o bago seco da araroeira, uma espécie pioneira e nativa do Brasil, parente do caju, da manga e do cajá mirim.

O que lhe confere esse nome são seus pequenos frutos que durante a maturação apresentam coloração brilhante e lustrosa, que vai do rosa claro até o vermelho escarlate, semelhante a uma pequena pimenta.

Dependendo da região onde se desenvolve é conhecida como aroeira, aroeira-vermelha, aroeira-pimenteira, pimenta do Brasil, aroeirinha, pimenta brasileira, entre outros nomes.

No exterior foi introduzida na cozinha européia, pelo seu sabor suave, adocicado e levemente apimentado, com o nome de poivre rose.

Pimenta Jalapeno

Originária do México, apresenta frutos cônicos de coloração verde claro a verde escuro quando imaturos e vermelho quando maduros.

É consumida fresca, processada na forma de molho líquido, conservas, desidratada ou em pó.

Bastante popular no México e Estados Unidos seu nomo é uma homenagem à cidade de Jalapa, capital de Vera Cruz, no México.

É utilizada em vários molhos para tacos, burritos e quando seca e defumada, é conhecida como chipotle.

Pimenta Dedo-de-Moça

Apresenta frutos alongados de coloração verde (imaturo) e vermelho (maduro), pugência picante baixo e aroma baixo.

Mais suave que a malagueta e ligeiramente mais picante que a jalapeno, é uma pimenta saborosa que pode ser encontrada líquida, fresca, em conserva ou desidratada na forma de flocos com sementes, recebendo no nome de pimenta calabresa.

É muito utilizada em molhos e uma grande variedade de pratos.

Pimenta cumari

É uma pimenta pequeninha, muito picante, ligeiramente amarga e baixo aroma.

Nativa da mata brasileira, apresenta frutos arredondados ou ovalados, verde (imaturos) e vermelho (maduros).

Encontra-se fresca ou em conserva.

Pimenta Cambuci ou Chapéu-de-Frade

Apresenta frutos verdes (imaturos) e vermelhos (maduros) na forma de campânula ou sino.

De pungência doce e aroma baixo é utilizada em saladas e cozidos.

Pimenta Branca

A pimenta branca é a pimenta do reino madura e seca que é descascada.

Bem menos picante do que a pimenta preta é encontrada em pó ou em sementes.

É utilizada em maioneses, peixes, molhos brancos, sopas claras e no tempero de saladas.

Páprica

É um pó picante, de coloração vermelho vivo extraído do pimentão vermelho.

A páprica doce é usada em carnes, peixes, sopas, canapés e molhos.

A páprica picante é usada em peixes, carnes, aves, canapés, batatas, ovos, tortas salgadas e molhos e no preparo do goulash.

Orégano

Típico da cozinha italiana, o orégano com suas folhas miudinhas, tem um perfume agradável e característico.

Indispensável nas pizzas.

É utilizado em pratos italianos e gregos.

É indicado para temperar saladas, queijos frescos, anchova, caça, ensopados, feijão e legumes em conserva.

Mostarda

Sua semente, misturada com mel, vinagre e mosto de uva, deu origem à mostarda que conhecemos.

Com vários sabores, adocicada, forte e picante e agridoce é indicada para acompanhar saladas, sanduíches, conservas, pães, assados, chucrute, carnes gordas, carne de porco, salames, linguiças, salsichas, carnes frias, peixes e maioneses.

Manjerona

Folhinha miúda e cheirosa, usada para temperar carnes e às vezes peixes.

Macis

É uma especiaria obtida da casca que envolve a semente da noz-moscada.

Utiliza-se em pratos com queijo, aves, vitela, lombo e legumes.

Kümmel ou Alcarávia

Especiaria picante, de aroma levemente adocicado é uma semente pequena, curva e escura.

É utilizada em pastas de queijo, chucrute, repolho, no preparo de carnes, aves assadas, sopas de legumes, saladas, marinados, biscoitos, patês, pães e bolos.

Glutamato Monossódico ou Aji-no-moto

Produzido a partir da fermentação da cana-de-açúcar é um tempero utilizado apenas para realçar o sabor dos alimentos.

Não salga, nem empresta gosto algum, apenas realçar o sabor.

Pode ser utilizado em qualquer prato salgado, em alimento cru, durante o cozimento ou em preparações prontas.

Gengibre

Raiz perfumada e picante, usada em doces e salgados.

É uma especiaria desintoxicante e bactericida, muito utilizada na cozinha japonesa.

É indicada para acompanhar peixes, especialmente os crus, picles, molhos, chucrute, doces, bolos, pães, bebidas quentes e saladas.

Espinafre

O espinafre quando usado como tempero, geralmente desidratado e moído, dá uma agradável coloração aos pratos.

Use em sopas, saladas, patês e para colorir arroz, massas e maioneses.

Ervas de Provence ou Herbes de Provence

É uma mistura de ervas.

Geralmente, tomilho. alecrim, louro, manjericão e segurelha.

Combina com carnes e peixes, principalmente grelhados.

É utilizada também em saladas de folhas ou legumes.

Dill e Endro

O dill são as folhas de uma erva.

O endro as sementes.

É muito utilizado na cozinha européia, escandinava e alemã.

Usa-se o dill em legumes, principalmente no pepino e na batata.

Em molhos brancos, patês, pepinos em conserva, queijos frescos, cremosos e omeletes.

O endro no tempero de peixes, para aromatizar frutas em calda, pães, queijos e pickles.

Curry

É uma mistura de várias especiarias.

Geralmente, manjericão, coentro, gengibre, páprica, cominho, cúrcuma, pimenta-do-reino, cravo, canela, cardamomo e noz-moscada.

É usado molhos, carnes, peixes, aves, sopas e pratos com ovos e queijos.

Tempero muito utilizado em receitas indianas.

Cominho

Seu aroma é intenso e seu gosto acre e levemente amargo.

Deve ser usado em pequenas quantidades.

Apresenta-se sob a forma de pó ou grãos.

Você poderá utiliza-lo em pratos à base de ovos ou queijos, para temperar carnes assadas, cozidas e de panela, molhos para carnes e peixes, batatas, legumes e pães.

É muito utilizada para condimentar salsichas e embutidos.

Cogumelo Seco ou Funghi Secchi

São cogumelos secos, famosos pelo perfume e sabor que dão aos molhos.

Depois de hidratado, pode ser usado em strogonoff, molhos para carnes, massas, risotos, sopas e omeletes.

Cheiro verde

É uma mistura de temperos.

Os principais são salsa, cebolinha e louro.

Cebolinha

É uma planta cujo sabor característico se torna mais marcante quando cortada bem fininha.

É utilizada em molhos, patês, massas, omeletes, carnes, peixes, sopas, e para decoração de pratos

Casca de laranja

Utilizada para dar um toque especial no sabor de sobremesas.

Desidratada é ideal para pudins, mousses, bolos, biscoitos, molhos e sorvetes.

Capuchinha

Planta originária do Peru, tem um gosto ardido e lembra um pouco o agrião.

As folhas tem formato arredondado e as flores tons vibrantes de vermelho, laranja e amarelo. É rica em vitamina C.

As folhas, caule e flores podem ser usadas em saladas para dar um toque exótico.

As sementes, em conserva, como alternativa às alcaparras.

Bouquet Garni

Bouquet Garni é um amarradinho de ervas aromáticas frescas. É usado quando não se quer deixar vestígio dos temperos.

Para montar um bouquet garni, faça um amarradinho de ervas aromáticas frescas ou secas, utilizando um barbante para amarrar as ervas ou quando for possível, com a própria erva, e remova no final da preparação.

Para ervas secas, faça um sachê com um pedaço de gase e amarre com um fio de algodão.

O que você junta e a quantidade, depende da receita e do volume que será preparado.

O bouquet garni clássico leva salsinha, louro e tomilho.

Outras combinações:

salsinha, louro e alecrim
salsinha, louro e cebolinha verde
salsinha, louro, cebolinha verde e tomilho
salsinha, louro, tomilho e aipo
salsinha, tomilho e majerona
salsinha, louro e orégano
salsão, louro, tomilho e alho poró
salsão, louro, tomilho, alho-poró e alecrim
sálvia, louro, tomilho, alecrim
sálvia e dill

Baunilha

Baunilha é a fava de uma planta que você encontra geralmente sob a forma de essência.

Muito aromática e de coloração marrom escuro, a baunilha é utilizada para perfumar doces, bolos, cremes, mingaus, pudins, fios de ovos, marrom glacê, bebidas com leite e gemadas.

Alho Poró

É uma planta da família da cebola e do alho.

As folhas são verdes e o bulbo branco recoberto por uma película brilhante.

Lembra um pouco a cebolinha verde, embora seja bem maior.

É indicado para quem faz regime por possuir poucas calorias.

Tem sabor semelhante ao alho, porém mais suave.

É utilizado em saladas, sopas, sopas, cremes, carnes e molhos.

Alfavaca

É uma erva da família do manjericão, muito utilizada em Santa Catarina.

Suas folhas secas podem ser utilizadas para temperar peixes, carnes, arroz cozido com caldo de galinha, ensopado de lagosta e em caldos.

A alfavaca fresca entra no preparo de saladas, pizzas, massas, cogumelos, carnes, sanduíches e sopas.

Combina com molho de tomate, queijo parmesão, berinjela, abobrinha e tomate fresco.

Alcaparra

É o botão da flor de alcaparreira. Possui ação digestiva e tem um sabor picante e acre.

Geralmente utilizada na forma de conserva em vinagre é indispensável no preparo do molho tártaro e do steak tartare.

Ao contrário da maioria dos temperos, as alcaparras guardam seu aroma e seu sabor depois do cozimento e se misturam muito bem com a cebola e azeitonas.

São utilizadas em molhos frios, carnes frias, peixes cozidos e saladas. .

Água de Flor de Laranjeira

Comum nas cozinhas árabe e libanesa é uma essência utilizada para aromatizar vários tipos de doces, entre eles, creme de arroz e leite.

Açafrão

É o nome dado aos pistilos de uma flor de cor violeta originária do Oriente, muito cultivada na Espanha e no Paquistão.

O verdadeiro açafrão tem um preço elevado devido às dificuldades de cultivo, colheita, processamento e a enorme quantidade de flores que são necessárias para se produzir uma pequena quantidade dessa especiaria de forte aroma, sabor amargo e coloração vermelho-alaranjada.

É vendido em pequenas embalagens, pesando em média 0,3 gramas cada.

O açafrão é utilizado no preparo de arroz, risotos, massas, carnes, sopas, cremes, crustáceos, carnes brancas, pães, doces e biscoitos.

É ingrediente indispensável na paella, no risoto milanês, em pratos indianos, em sopas francesas de peixe e galinha.

Deve ser dissolvido na água, em caldos, no azeite ou óleo quente antes de qualquer preparo.

Guarde em local seco e arejado, ao abrigo da luz, para não perder suas propriedades.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Rissoles de peixe

Ingredientes para a Massa:

1 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara de leite
1/2 xícara de água
1 colher (sopa) de manteiga
Casca de 1 limão
2 ovos
Sal à gosto
Farinha de rosca
Óleo para fritura.

Ingredientes para o Recheio:

1 posta de peixe cozido
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1/2 copo de leite
1 cebola picada
1 gema
5 azeitonas picadas
Sal, pimenta e noz-moscada á gosto
Salsinha picada
Casca ralada de 1 limão.

Modo de preparo da Massa:

Ferver o leite, água, manteiga, a casca de limão retirada bem fina, sem a parte branca (que amarga), e o sal.
Assim que levantar fervura, retirar do fogo e jogar a farinha de trigo de uma vez, mexendo vigorosamente com uma colher de pau.
Voltar ao fogo sem parar de mexer até formar uma bola e aparecer o fundo da panela, deixar esfriar.
Estender a massa sobre a mesa enfarinhada e cortar círculos de massa com um copo.
Rechear, fechar, passar no ovo batido, na farinha de rosca e fritar em óleo bem quente.

Modo de preparo do Recheio:

Refogar a cebola na manteiga, acrescentar o peixe desfiado.
Polvilhar a farinha e regar com o leite, mexendo até formar um creme espesso.
Retirar do fogo, juntar a gema batida e as azeitonas sem caroço e picadas, sal, pimenta, noz-moscada e casca de limão ralada.
Voltar ao fogo por alguns minutos mexendo sempre, só para pegar o gosto.
Juntar a salsinha picada, deixar esfriar e rechear os rissoles.

Rendimento: 4 pessoas.

Sardinhas empanadas

Ingredientes:

12 sardinhas grandes limpas
2 ovos
Farinha de trigo
Farinha de rosca
Azeitonas pretas
Suco de limão
Sal e pimenta à gosto.

Modo de preparo:

Regar as sardinhas e deixar marinar 15 minutos.
Salpicar sal e pimenta, passar na farinha de trigo, nos ovos batidos e na farinha de rosca.
Fritar em óleo bem quente e servir com azeitonas e fatias de limão.

Rendimento: 6 a 8 pessoas.

Trutas à escabeche

Ingredientes:

4 trutas médias
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 cebolas
1 copo de vinho branco seco
1/2 copo de vinagre
1/2 copo de água
2 dentes de alho
1 folha de louro
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
Sal e pimenta à gosto.

Modo de preparo:

Passar as trutas já limpas rapidamente na farinha e colocar numa travessa refratária untada com azeite.
Temperar com sal e pimenta, cobrir com uma camada de cebola cortada em rodelas, espalhar o alho picado e o louro.
Regar com o vinho misturado ao vinagre e à água.
Levar ao forno durante 25 minutos.

Rendimento: 4 pessoas.

Vagem ao creme

Ingredientes:

1 kg de vagem
2 cebolas picadas
1/2 kg de tomates sem pele e sem sementes
1 folha de louro
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de vinagre
150g de creme de leite
Sal e pimenta à gosto.

Modo de preparo:

Tirar o fio das vagens e cortá-las em pedaços pequenos.
Refogar as cebolas e os tomates, deixando cozinhar por 10 minutos, adicionar a vagem, louro, vinagre, sal, pimenta e um pouco de água.
Quando a vagem estiver macia, colocar o creme de leite.
Servir com pratos de aves.

Rendimento: 4 a 6 pessoas.

Soufflé au fromage

Ingredientes:

4 colheres (sopa) de manteiga
1 xícara de queijo prato ralado fino
3 colheres (sopa) de farinha de trigo peneirada
1 xícara de leite quente
Sal e pimenta do reino a gosto
4 gemas
4 claras.

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno em temperatura alta (220º C).
Unte com 1 colher (sopa) de manteiga uma forma refratária para soufflé com 18 cm de diâmetro, polvilhe com 3 colheres (sopa) de queijo ralado e reserve.
Em uma panela com capacidade de 3 litros coloque a manteiga restante, leve ao fogo médio, deixe derreter; quando a manteiga espumar junte farinha de trigo e mexa com uma colher de pau, sem deixar dourar, por cerca de 2 minutos.
Retire a panela do fogo, junte leite quente, bata com um foie até misturar bem, tempere com sal e pimenta do reino, leve ao fogo brando, mexendo sempre, até o molho ficar espesso e ferver.
Deixe ferver por 3 minutos, retire a panela do fogo, junte as gemas uma a uma, batendo bem após cada adição, até a mistura ficar homogênea e reserve.
Em uma tigela grande, bata as claras em ponto de neve firme; junte 1 colher (sopa) bem cheia de claras ao molho de gemas, acrescente 1 colher (sopa) de queijo ralado e misture com cuidado.
Com uma espátula, vá juntando as claras à mistura, mexendo delicadamente com movimentos de baixo para cima.
Coloque o creme obtido na forma preparada (deverá atingir somente 3/4 da altura da forma), alise a superfície com a espátula e polvilhe o restante do queijo ralado.
Leve ao forno, diminua a temperatura para média (180º C) e asse por cerca de 30 minutos ou até o soufflé crescer e dourar.
Retire do forno e sirva em seguida.

Rendimento: 4 porções.

Petit Gâteau












Ingredientes:

1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 ovo
50 g de chocolate meio amargo derretido.

Modo de preparo:

Bata açúcar e gema na batedeira por 2 minutos ou até formar um creme esbranquiçado, acrescente manteiga (reservando 1/2 colher de sopa) e bata por mais 1 minuto.
Acrescente farinha peneirada, chocolate, essência de baunilha e bata mais um pouco.
Bata clara com sal na batedeira por 3 minutos ou até formar picos firmes; em seguida, incorpore à massa, misturando delicadamente.
Unte com manteiga reservada 2 forminhas para empada, com capacidade para 90 ml e enfarinhe.
Despeje a massa e leve para assar em forno alto, pré-aquecido, por 5 minutos ou até formar uma casquinha na superfície.
Desenforme e sirva com sorvete de creme e calda de chocolate.

Rendimento: 2 porções.

Windbeutel de chocolate

(Sonhos de Chocolate)

Ingredientes:

1 xícara de chá de água
1/2 xícara de manteiga
1 colher de café de sal
1 colher de chá de açúcar
1 xícara de farinha de trigo
4 ovos.

Ingredientes para o Recheio:

2 colheres de sopa de chocolate em pó
2 colheres de sopa de açúcar
1 pitada de sal
1 xícara de creme de leite batido.

Modo de preparo:

Numa panela colocar a água, a manteiga, o sal, o açúcar e deixar ferver.
Juntar a farinha de trigo peneirada de uma só vez, mexendo sempre até a massa se desprender do fundo da panela.
Retirar do fogo e continuar a mexer até a massa ficar macia. Deixar esfriar.
Juntar os ovos um a um, misturando bem.
Pingar de 10 a 12 porções de massa numa assadeira untada e assar em forno quente, até que os sonhos fiquem dourados e crescidos (cerca de 1/2 hora).
Tirar do forno e dar um talho de cada lado do sonho, para que não murchem.
Levar novamente ao forno por mais uns 5 minutos.
Deixar esfriar bem e rechear com o creme.

Modo de preparo do Recheio:

Misturar o chocolate, o açúcar e o sal, juntar aos poucos o creme de leite batido, misturando até obter uma massa bem lisa. Deixar gelar muito bem.
Colocar na batedeira e bater até o creme ficar consistente.
Rechear os bolinhos na hora de servir.

Sauerkraut ou Blaukraut

(Chucrute)

Ingredientes:

1 repolho grande
2 xícaras (chá) de água
1 colher (chá) de sal
3 colheres (sopa) de óleo
1 ou 2 dentes de alho
2 cebolas médias
1 colher (café) de pimenta-do-reino
2 folhas de louro
12 cravos
1/4 de xícara (chá) de açúcar
1 gengibre pequeno esmagado
2 xícaras (chá) de vinho branco seco ou vinagre
1/4 de xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de creme ácido.

Modo de preparo:

Cortar o repolho em tirinhas.
Numa panela com água e sal, aferventar o repolho picado.
À parte, fazer o refogado com o óleo, o alho esmagado, e as cebolas picadas.
Quando as cebolas começarem a dourar, acrescentar a pimenta-do-reino, o louro, os cravos, o açúcar e o gengibre; juntar o vinho (ou vinagre), a farinha de trigo e o creme ácido.
Misturar com o repolho aferventado e escorrido.

* Na Alemanha, o Sauerkraut acompanha salsichas ou costeletas de porco.

Rendimento: 6 pessoas.

Kartoffelsalat



(Salada de Batata)

Ingredientes:

1 kg de batata
4 colheres de sopa de óleo
1 cebola grande
1 dente de alho
2 tabletes dissolvidos de caldo de carne, galinha ou bacon
1/2 xícara de chá de vinagre branco
1 colher de sopa de vinho branco
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de pimenta-do-reino
1 colher de sopa de salsa.

Modo de preparo:

Cozinhar as batatas com as cascas, descascar, cortar em fatias na largura e reservar.
Numa panela, colocar o óleo e aquecer, ralar a cebola e amassar o alho, refogar por alguns minutos.
Acrescentar o caldo de carne, frango ou bacon, o vinagre, o vinho e deixar ferver; temperar com sal e pimenta-do-reino. Picar a salsa, juntar ao caldo e retirar do fogo.
Misturar ao batatas neste molho, com cuidado para que não se partam.
Servir fria.

Rendimento: 6 a 8 pessoas.

Apfelkuchen

Ingredientes da Massa:

2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 tablete de manteiga
Raspas de casca de laranja
4 colheres de sopa de açúcar
1 gema
2 colheres de sopa de água (se necessário).

Ingredientes do Recheio e Cobertura:

1 kg de maçã sem casca
3 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
3 colheres de sopa de açúcar
1 ovo batido para pincelar.

Modo de preparo da Massa:

Misture com a ponta dos dedos a farinha com a manteiga até obter uma farofa, junte as raspas, o açúcar, as gemas e a água se for necessário.
Trabalhe bem para que a massa fique lisa e homogênea, faça uma bola, envolva com filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos.
Abra a massa em uma superfície enfarinhada, forre o fundo e laterais de uma fôrma refratária redonda de 20cm de diâmetro.

Modo de preparo do Recheio e Cobertura:

Corte as maçãs em gomos grossos e retire as sementes.
Aqueça a manteiga e junte as maçãs, deixe cozinhar por 5 minutos, mexendo bem. Deixe esfriar um pouco.
Recheie a torta com as maçãs.
Misture bem o açúcar com a farinha e polvilhe sobre as maçãs.
Pincele toda a borda da torta com água.
Abra o restante da massa em superfície enfarinhada e cubra a torta, pressionando bem as laterais.
Retire o excesso de massa, junte tudo e aproveite para decorar a torta.
Pincele com o ovo e com uma faca de ponta afiada faça uma cruz no centro da torta.
Leve ao forno médio (180ºC) pré-aquecido por 30 minutos.
Sirva morna.

Rendimento: 8 porções.

Para o creme de abacate não escurecer

O creme de abacate não escurece se você colocar dentro da vasilha o próprio caroço do abacate, ou uma colher de aço inoxidável, e guardar na geladeira.

Outra forma de conservar o abacate

Para o abacate cortado não escurecer, passe uma camada fina de manteiga na superfície da parte cortada.

Conservando o abacate

Quando você cortar o abacate e usar apenas uma de suas partes, coloque um pouco de farinha de rosca na superfície da outra parte para ela não escurecer.

Como guardar o alho já amassado?

Amasse os dentes de alho com sal e guarde num pote bem fechado, na geladeira. Assim, quando você precisar ele já estará pronto.

Como descascar o alho sem deixar cheiro nas mãos?

Deixe os dentes de alho de molho em água durante dez minutos antes de usar. As casquinhas se soltarão facilmente e você não ficará com cheiro de alho nas mãos.

Mais uma para arroz queimado.... muito bom isso...

Basta colocar algumas fatias de pão de fôrma por cima e tampar a panela por alguns minutos.

Mais uma para arroz queimado

O cheiro e o gosto de queimado sairão facilmente se você enfiar no arroz uma cebola cortada ao meio.

Como tirar o excesso de umidade do arro guardado em lata?

É só colocar uma fatia de pão seco dentro. O pão deixa o arroz seco e soltinho.

Desgrudando resto de arroz da panela

Para desgrudar restos de arroz do fundo da panela, coloque um pouco de água e vinagre e deixe ferver. O arroz sairá facilmente.

Mais uma maneira de esquentar o arroz já cozido

Coloque o arroz num escorredor de macarrão e levar ao fogo dentro de uma panela com três ou quatro dedos de água. Deixe a água da panela ferver durante alguns minutos para que o arroz fique quente e soltinho.

Caiu muito óleo na panela para refogar o arroz?

Coloque a água para cozinhar junto com algumas folhas de alface por cima. As folhas de alface absorverão o excesso de óleo.

Arroz do dia seguinte saboroso como feito no dia

Coloque o arroz amanhecido numa panela com um pouco de água, mexa, tampe e leve ao fogo baixo. Depois de alguns minutos ele ficará soltinho e saboroso como o arroz feito no dia.

Como fazer com que o arroz fique mais soltinho?

Depois que o arroz estiver pronto, faça um furo com um garfo e coloque dentro uma colher de sopa de vinagre. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais dois minutos. O arroz ficará mais soltinho.

Como saber se a água do arroz que está cozinhando já secou?

Para saber se a água do arroz que está cozinhando já secou, basta apagar o fogo, molhar o dedo e bater no lado de fora da panela, como se faz com o ferro de passar roupa. Se a panela estalar, significa que a água já secou, se não estalar, o arroz ainda tem água.

Fazendo arroz

Lave o arroz e refogue. Coloque água fervente e deixe ferver por cinco minutos. Desligue o fogo, enrole a panela com folhas de jornal e em seguida amarre com uma toalha. Deixe a panela assim durante quinze minutos. Ao abrir, o arroz estará cozido e quente.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Tabule

Ingredientes

255 gramas de trigo para quibe
3 colheres de sopa de cebolinhas picadas
1 cebola grande bem picada
1 xícara de salsa fresca bem picada
3 colheres de sopa de hortelã fresca picada
4 colheres de sopa de azeite de oliva
4 colheres de sopa de suco de limão sal
marinho e pimenta-do-reino a gosto

Preparo

Deixe o trigo de molho em água durante 1/2 hora. Depois disso, o trigo deverá aumentar de volume. Escorra-o, esprema-o e espalhe-o num pano limpo, para que seque bem. Misture o trigo com todos os demais ingredientes. Prove o tempero e acrescente mais suco de limão, se necessário. Dica para servir: Decore com azeitonas, quartos de tomate e ramos de salsa.

Salada Árabe

Ingredientes

1 pé de alface americano
50 gramas de grão de bico
1 beterraba
1 cenoura ralada
1 tomate
4 colheres de maionese
1 xícara de creme de leite
1 colher de catchup
Sal a gosto

Preparo

Corte o alface a juliana. Rale a cenoura e a beterraba. Cozinhe o grão de bico. Pique o tomate. Faça o molho juntando a maionese, o catchup e o creme de leite. Junte todos os ingredientes. Coloque sal e depois despeje o molho por cima.

Quibe de Forno

Ingredientes

1 xícara de trigo para quibe
2 tabletes de caldo de carne
300 gramas de carne moída
1 colher de sopa de margarina
1 cebola picada
2 ramos de hortelã picados
1 colher de sopa de margarina

Preparo

Na véspera, deixe o trigo de molho em ½ litro de água. Dissolva os tabletes de caldo de carne em ½ xícara de água fervente e espere esfriar. Tempere a carne com o caldo já frio e deixe tomar gosto por uns 10 minutos. Junte o trigo escorrido, a margarina, a cebola e a hortelã. Misture tudo muito bem e arrume numa forma refratária, alisando a superfície. Distribua por cima pedacinhos de margarina e leve para assar em forno quente por cerca de 30 minutos.

Homus (Pasta de Grão de Bico)

Ingredientes

250 gramas de grão-de-bico cozido em água e sal e sem pele
1/2 xícara da água que serviu para cozinhar os grãos
2 colheres de sopa de tahine (molho de gergelim)
1 dente de alho
Azeite
Limão
Salsa picada
Sal

Preparo

Coloque a água no liquidificador e aos poucos vá jogando os grãos. Continue batendo a massa no liquidificador e vá adicionando o alho, o tahine, o azeite e suco de limão aos poucos, até obter um creme. Tempere com salsa a gosto e despeje numa vasilha. Polvilhe com a salsa picada e conserve na geladeira até a hora de servir.

Kafta

Ingredientes

500 gramas de patinho moído
1 cebola picada
4 dentes de alho
2 colheres de sopa de hortelã picada
1 colher de sopa de salsinha picada
1/2 xícara de azeite
1 colher de café de sal
1 colher de café da pimenta do reino
1/2 colher de café de gengibre ralado
1 tomate picado
1 ovo
10 palitos para churrasco

Preparo

Numa vasilha misture a carne com a cebola, o alho, o tomate, a salsinha e a hortelã. Reserve. Numa vasilha bata a clara em neve, junte a gema, o azeite, o gengibre, o sal, a pimenta e misture a mistura de carne, cebola, alho e ervas. Incorpore bem. Faça bolas gordas e usando o palito, molde em formato de cilindros por cima dos palitos. Faça isso em todos os palitos. Aperte as extremidades para ficarem mais firmes. Frite as kaftas numa chapa ou numa frigideira, virando-as dos dois lados.

Frango com Açafrão

Ingredientes

1 frango grande
4 colheres de sopa de manteiga
2 cebolas médias
1 dente de alho
1 envelope de açafrão
1 rama de canela em pau
sal e pimenta-do-reino a gosto
5 xícaras de chá de água
2 xícaras de chá de arroz
1/2 maço de salsinha
1 colher de sopa de hortelã seca

Preparo

Corte o frango em pedaços e doure-os na manteiga. Junte a cebola e o alho picados, o açafrão, a canela, o sal, a pimenta e a água. Cozinhe até amaciar. Retire e desfie o frango. Cozinhe o arroz no caldo do frango em fogo baixo. Quando estiver pronto, coloque a salsinha e a hortelã. Coloque o frango desfiado numa travessa, rodeada de arroz.

Rendimento: 4 porções

Esfiha Recheada

Ingredientes

Para a massa:

1 kg de farinha de trigo
2 tabletes de fermento para p?o
2 ovos
2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de açúcar
2 xícaras de leite
1/4 de xícara de óleo

Para o recheio:

2 colheres de sopa de azeite
1/2 kg de carne moída
2 tomates
2 cebolas
suco de 1 limão
1/2 maço de salsinha
sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo

Dissolva o fermento na água morna. Reserve.

Junte à farinha o sal, o açúcar, o óleo, os ovos, a manteiga derretida, o leite morno e o fermento reservado. Misture bem e trabalhar a massa com as mãos até ficar bem lisa. Deixe repousar 1 hora coberta com um pano em lugar abafado.

Abra a massa com um rolo, numa espessura de cerca de 1 cm e corte pequenos quadrados.

Recheie com carne moída, e feche na forma de um triângulo, umedecendo as pontas da massa para fechar melhor. Aperte bem e deixe repousar mais 10 minutos.

Coloque numa assadeira, polvilhada com farinha de trigo. Pincele cada esfiha com leite e levar ao forno preaquecido durante 20 minutos.

Para o recheio:

Refogue a carne moída no azeite. Misture os tomates e as cebolas picadas. Tempere com o sal e a pimenta a gosto. Regue com o suco de limão e acrescente a salsinha picada.

Dica: Para fazer a esfiha aberta, corte a massa em círculos e coloque o recheio de carne no meio, pressionando com o dedo para dentro, de forma a ficar uma borda de massa mais elevada.

Como alternativa, faça também recheio com queijo ou verduras.

Rendimento: 15 unidades

Dafim

Ingredientes

250g grão de bico
1 frango cortado em pedaços
1 maço de salsa
3 cebolas cortadas em fatias finas no comprimento
5 colheres sopa de óleo
5 colheres sopa de margarina
2 1/2 xicaras chá de arroz lavado
1 colher chá de pimenta siria
Oléo e sal a gosto para cozimento

Preparo

Na véspera deixe o grão de bico de molho. Na hora do preparo cozinhe o grão de bico na pressão em 1 litro de água por 10 minutos. Reserve o caldo. Tempere o frango com sal e cozinhe na pressão com 1 litro de agua. Reserve o caldo. Em uma panela meio alta, coloque o óleo e a margarina, frite a cebola até começar a dourar, mexendo sempre. Ainda na panela, coloque por cima da cebola o grão de bico, o frango, o arroz já lavado e escorrido e por cima deste, a pimenta siria. Acrescente a água do cozimento do frango e do grão de bico reservada, coloque até cobrir o arroz. Prove o tempero, se necessário, acrescente mais sal. Tampe a panela e deixe cozinhar. Quando o arroz estiver cozido, passe uma faca em volta para soltá-lo, vire a panela com cuidado sobre uma bandeja para desenformá-lo. Arrume e decore a gosto. Este prato pode ser único ou acompanhado de salada.

Creme de Ervilha com Hortelã

Ingredientes

1/2 kg de ervilha seca
2 litros de água
1 cebola pequena
1 dente de alho
4 colheres de sopa de manteiga
1/2 maço de hortelã fresca
Sal, pimenta e salsinha picada a gosto

Preparo

Deixe a ervilha de molho na água durante uma hora. Ferva em seguida até amaciar. Passe no liquidificador. Numa panela, refogue a cebola e alho picados na manteiga. Junte o purê de ervilhas, acrescentando um pouco mais de água, se necessário.
Tempere com sal e pimenta e deixe ferver por mais cinco minutos. Polvilhe com
hortelã picada e sirva.

Rendimento: 4 porções

Charuto

Ingredientes

1 repolho médio
1/2 kg carne moída
1/2 kg arroz
2 tomates médios
Estrato de tomate a gosto sal, pimenta, cebola, alho e outros condimentos à gosto.

Preparo

Cosinhe o repolho em uma panela que o caiba de modo que possa ir tirando as folhas cozidas de fora para dentro do repolho, não é necessário coze-lo muito é só para amolecer as folhas. Misture todos os outros ingredientes, formando uma massa. Coloque massa em folhas de repolho e enrrole, não colocar muito, pois o arroz vai crescer. Colocando tudo em uma panela com água quente e a água deve estar temperada para passar tempero às folhas de repolho. Pode servi-lo com limão e azeite de Oliva, outro prato pode acompanhar, mas é bom que se tenha um molho do cozido dos charutos.

Obs. Pode se trocar o repolho por couve.

Babaganuche (Pasta de Berinjela)

Ingredientes

2 berinjelas grandes e picadas
1 cebola grande e picada
2 cabeças de alho
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de orégano
1 colher de sopa de manjericão
Sal e pimenta a gosto

Preparo

Refogue as berinjelas no azeite com a cebola e o alho. Em seguida, coloque tudo no liquidificador e vá acrescentando o orégano e o manjericão.

Coloque num recipiente com tampa e cubra com azeite. Conserve na geladeira até a hora de servir. Sirva com torradas ou pão sírio torrado.

Sopa de Tomate Fria

Ingredientes

1 xícara de vinho branco
1/2 xícara de vinagre fino
1 colher chá de pimenta-do-reino
2 colheres sopa de cebola
1/2 folha de louro
1 ramo de cheiro-verde
1 cravo
250 gramas de tomate sem semente
1 colher chá de açúcar
2 colheres sopa de farinha de trigo
1 colher sopa de manteiga

Preparo

Leve ao fogo o vinho, o vinagre e a pimenta-do-reino. Ferva até reduzir a 1/2 xícara de chá. Acrescente os demais ingredientes, os tomates, a cebola picada, o cravo amassado, exceto a manteiga, e leve ao fogo brando para cozinhar. Quando estiver na consistência desejada, retire do fogo, peneire e junte uma colher sopa de manteiga. Deixe esfriar e depois leve à geladeira antes de servir.

Salmão Alemão

Ingredientes

1 kg de salmão
1 colher (chá) de sal
1 cebola ralada e 1 cebola picadinha
3 colheres (sopa) de manteiga
60 gramas de bacon
1 colher (sopa) rasa de páprica
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de vinho branco
2 colheres (sopa) de creme de leite azedo
* Para azedar o creme de leite, basta deixá-lo fora da geladeira no dia anterior.

Preparo

Limpe o salmão, retirando a pele e as espinhas. Corte em pedaços de cerca de 3 cm. Tempere com o sal e a cebola ralada. Reserve. Numa frigideira, coloque 2 colheres de manteiga, o bacon e a cebola picadinha. Refogue. Junte os pedaços de peixe e frite por 2 a 3 minutos. Salpique a páprica e a farinha de trigo sobre o salmão. Deixe tostar por 2 minutos. Acrescente o vinho branco e o creme de leite e cozinhe, em fogo brando, por 5 minutos. Retire, com cuidado, os pedaços de peixe e reduza o molho, deixando-o ferver por mais uns 5 minutos. Acrescente a manteiga restante. Arrume o salmão no centro de uma travesssa e regue com o molho.

Rendimento: 4 pessoas

Salada de Batatas

Ingredientes

1 kg de batata
4 colheres de sopa de óleo
1 cebola grande
1 dente de alho
2 tabletes dissolvidos de caldo
de carne ou galinha
1/2 xícara de chá de vinagre branco
1 colher de sopa de vinho branco
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de pimenta-do-reino
1 colher de sopa de salsa

Preparo

Cozinhe as batatas com as cascas. Descasque e corte em fatias pela largura. Reserve. Numa panela, coloque o óleo e aqueça. Rale a cebola e amasse o alho, refogando-os por alguns minutos. Acrescente o caldo de carne, frango ou bacon, o vinagre e o vinho. Deixe ferver. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Pique a salsa, junte ao caldo e retire do fogo. Misture ao batatas neste molho. Sirva fria.

Rendimento: 6 porções

Gulash

Ingredientes

2 cebolas cortadas em rodelas finas
1 ½ de músculo cortados em pedaços grandes
2 colheres de óleo
1 colher de chá de páprica
1 pimenta verde
2 tomates sem pele
pimenta e sal a gosto

Preparo

Aqueça o óleo em uma panela grande. Doure as cebolas, acrescente a carne e frite-a totalmente. Em seguida, adicione o sal, a pimenta preta, a páprica e água (200 ml). Tampe e deixe cozinhando por aproximadamente 2 horas. Quando a carne estiver quase cozida, adicione a pimenta verde e os tomates. Continue cozinhando até que a carne esteja completamente cozida.

Apfelstrüdel

Ingredientes

6 maçãs fatiadas
200 gramas de farinha de trigo
1 ovo
1 colher de sopa de óleo
água morna com 1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de chá de canela em pó
200 gramas de manteiga
100 gramas de passas brancas sem sementes

Preparo

Misture a farinha, o ovo e o óleo amassando com as mãos e adicionando água morna com sal até obter uma massa lisa. Deixe a massa repousar por 15 a 20 minutos sobre uma superfície morna. Abra-a com um rolo e em seguida estique-a com as mãos sobre uma toalha, até sua espessura ficar em torno de oito milímetros. Pincele a massa com manteiga derretida. Rechei-a com as maçãs fatiadas, espalhando passas sobre as maçãs. Polvilhe as maçãs com a mistura de açúcar e canela em pó. Com a ajuda de um pano de cozinha limpo, enrole o strudel pincelando a massa com manteiga a cada virada; sucessivamente até o fim. Coloque o strudel, com a ajuda da toalha, em fôrma untada com manteiga, levando ao forno pré-aquecido (200 graus), durante 1 hora a 1 hora e 20 minutos, regando periodicamente.

Quer gelar a champanha em 20 minutos?

Coloque cubos de gelo num balde, alguns copos de água gelada e 4 colheres (sopa) de sal, de preferência grosso. Acomode a garrafa e complete com água e gelo até encher. Esta dica serve para gelar vinhos e cerveja.

Uma cobertura de bolo rápida e fácil?

Misture partes iguais de creme de leite e iogurte natural. Adoce com açúcar de confeiteiro.

Um molho de tomate rápido?

Refogue 1 lata de tomate no azeite com alho picado por 5 minutos. Junte 1 xícara de suco de laranja e cozinhe por 10 minutos. Sirva sobre massas, pizzas, etc

Dicas para preparo da polenta

Muitas receitas de polenta pedem água morna ou quente. Mas o segredo de uma polenta leve e sem os gruminhos é prepará-la com água fria e ir mexendo com colher de pau até que ferva e engrosse. O tempo de cozimento é em média de 40 minutos (para o fubá que não é pré-cozido).

Dicas para preparo da polenta

Muitas receitas de polenta pedem água morna ou quente. Mas o segredo de uma polenta leve e sem os gruminhos é prepará-la com água fria e ir mexendo com colher de pau até que ferva e engrosse. O tempo de cozimento é em média de 40 minutos (para o fubá que não é pré-cozido).

Como fazer com que o queijo não endureça

O queijo não endurece se você passar manteiga ou margarina na parte cortada.

Tirando o ranço da manteiga

Para tirar o ranço da manteiga, coloque-a numa vasilha com água e 1 colher (sopa) de bicarbonato. Deixe por 24 horas e depois lave com bastante água.

Creme de Chantilly

O creme chantilly rende mais e não fica tão pesado quando se acrescenta uma clara de ovo ao creme de leite.

Macarronada mais saborosa

A macarronada ficará mais saborosa se você misturar um pouco de pimenta-do-reino ao queijo ralado.

Polenta

A polenta frita fica mais macia e com uma crosta crocante se você passar na farinha de trigo antes de fritar.

Como assar massa folhada

Para assar massa folhada, não unte nem polvilhe a assadeira. Apenas molhe a assadeira com água.

Preparando bolo

Uma hora antes de fazer o bolo retire a manteiga, o leite e os ovos da geladeira. Eles devem estar à temperatura ambiente quando adicionados à massa.

Recheando pastéis

Para rechear pastéis, o recheio deve estar frio, caso contrário a massa ficará encruada.

Panquecas mais gostosas

Para que as panquecas fiquem mais gostosas, deixe a massa descansar por 30 minutos, antes de fritar.

Café com açúcar mascavo

O café adoçado com açúcar mascavo fica muito mais gostoso se você ferver o açúcar junto com a água.

Perfumando o açucar no preparo de doces

O açúcar a ser empregado no preparo de doces e sobremesas pode ser perfumado com raspas de limão ou de laranja.

Café requentado

Nunca requente o café diretamente no fogo, ele fica melhor requentado no banho-maria.

Como engrossar o molho?

Para engrossar molhos, acrescente 1 colher (sopa) de farinha de trigo dissolvida em água fria.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Café requentado

Nunca requente o café diretamente no fogo, ele fica melhor requentado no banho-maria.

Penne Gratinado

Ingredientes

1 pacote de macarrão tipo Penne
20 gramas de cogumelos secos escuros tipo Porcini
2 colheres de sopa de azeite de oliva
150 gramas de presunto cozido
2 dentes de alho inteiros
1 tomate grande sem pele nem sementes
2 colheres de sopa de maisena
1/2 litro de leite
2 colheres de sopa de manteiga
noz-moscada, sal e pimenta a gosto

Preparo

Coloque os cogumelos na água morna por 20 minutos. Escorra, pique e refogue com o alho no azeite quente. Retire os dentes de alho. Junte o presunto cortado em cubos aos cogumelos. Acrescente o tomate picado, o sal e a pimenta. Cozinhe em fogo baixo por 15 minutos. Reserve. Leve o leite com a maisena e a manteiga ao fogo, mexendo sempre até engrossar. Tempere com sal e noz-moscada. Cozinhe o macarrão em água salgada fervente al dente. Escorra. Coloque o macarrão numa travessa refratária, cubra com os cogumelos e espalhe o molho branco. Polvilhe com o parmesão e leve ao fogo para gratinar.

Rendimento: 4 porções

Ovos Ricci

Ingredientes

5 ovos
4 cebolas grandes
2 colher de sopa de manteiga ou margarina
2 colher de sobremesa de farinha de trigo
1/2 de litro de leite
1 colher de sobremesa de mostarda
Sal e pimenta a gosto
Suco de 1 limão
Queijo parmesão ralado

Preparo

Cozinhe os ovos, escorra-os, descasque-os e corte em rodelas. Cozinhe as cebolas cortadas em rodelas em margarina ou manteiga. Polvilhe com farinha de trigo e regue com leite. Mexa e deixe cozinhar durante 5 minutos em fogo brando. Tempere com mostarda, limão, sal e pimenta. Numa refratária, coloque camadas desse molho e as rodelas de ovo. Polvilhe com queijo parmesão ralado, ponha por cima alguns pedacinhos de manteiga congelada e leve ao forno bem quente, para gratinar.

Tempo de preparo: 50 minutos
Rendimento: 4 porções

Nhoque Verdi

Ingredientes

500 gramas de espinafres
150 gramas de manteiga ou margarina
175 gramas de requeijão ou queijo fresco
2 ovos
2 colheres de sopa de creme de leite sem soro
1 xícara bem cheia de farinha de trigo
100 gramas de queijo parmesão ralado
sal, pimenta e noz-moscada
Queijo parmesão para polvilhar no prato pronto

Preparo

Lave, corte e cozinhe os espinafres. Ferva água em caçarola funda e coloque o espinhafre para cozinhar, tapando a panela. Assim que estiverem macios, desligue o fogo e escorra-os bem. Depois de escorridos, pique-os mais finamente. Derreta a porção de manteiga numa caçarola, junte os espinafres e leve ao fogo, mexendo sempre durante 2 minutos ou até evaporar toda a umidade. Passe o queijo fresco, ou o requeijão, por um passador e junte aos espinafres. Deixe cozinhar por mais 3 ou 4 minutos, mexendo constantemente. Deixe esfriar. Bata os ovos e junte-os ao preparado de espinafres e adicione a farinha de trigo e o queijo parmesão. Tempere. Deite o preparado num prato raso e deixe descansar por duas horas ou até ficar firme.
Molde o preparado em bolas, com a ajuda de um pouco de farinha e cozinhe-as em caçarola com água e sal. Quando subirem a superfície, retire-os com escumadeira e deixem escorrer a água. Coloque as bolas de nhoque numa fôrma refratária, previamente untada com manteiga ou margarina. Regue com o restante da manteiga e polvilhe com o queijo parmesão ralado. Leve ao forno quente até o queijo derreter e ganhar cor dourada. Sirva bem quente.

Tempo de preparo: 20 minutos
Tempo de descanso: 2 horas
Tempo de cozimento: 15-20 minutos
Rendimento: 6 porções

Molho Pesto

Ingredientes

¼ de xícara de manjericão
¼ de xícara de salsinha picada
½ de xícara de queijo ralado
1 dente de alho
3 nozes
2 colheres de sopa de azeite
sal a gosto

Preparo

Descasque as nozes e o dente de alho, retire a pele, amasse-o no pilão junto com o manjericão e a salsinha picados e o queijo ralado. Depois de obter uma massa uniforme, junte o azeite e o sal. Leve ao fogo em banho-maria e esquente levemente.

Sirva sobre o macarrão.

Minestrone

Ingredientes

250g de repolho
100g de abobrinhas
1 lata de ervilhas
100g de batata
100g de macarrão
50g de cenouras
50g de cebola
100g de feijão
150g de tomate
50g de bacon
40g de parmesão
1 talo de salsão
5 folhas de manjericão
2 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite
Salsinha, sal e pimenta a gosto

Preparo

Deixe o feijão de molho na véspera. Cozinhe-o durante 1 hora e meia. Adicione as batatas, as cenouras, os tomates sem pele e sem sementes, metade do bacon e o salsão, tudo cortado em pedaços pequenos. Cozinhe durante meia hora. À parte, prepare um refogado com a salsa, o manjericão, o alho, e o restante do toucinho, tudo bem picado. Quando estiver pronto, coloque tudo na panela. Acrescente o repolho cortado fino e cozinhe mais 10 minutos. Por último, junte o macarrão e as ervilhas e deixe no fogo mais 20 minutos. Sirva com queijo ralado.

Focaccia Italiana

Ingredientes

1 tablete de fermento para pão
2 e 3/4 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de água morna
70g de azeitonas
1 colher (chá) de sal
azeite de oliva

Preparo

Desmanche o fermento na água morna. Junte 3/4 xícara (chá) de farinha, misture bem, cubra e deixe descansar em lugar protegido (dentro do forno desligado por exemplo) por uns 40 minutos. Junte o sal, 2 colheres (chá) de azeite de oliva e vá acrescentando a farinha restante aos poucos. Amasse com as mãos sobre uma superfície levemente polvilhada com farinha de trigo até obter uma massa elástica. Cubra e deixe crescer por mais 1 hora. Abra a massa com as mãos e cubra com as azeitonas picadas. Amasse novamente para incorporar bem as azeitonas. Alise a massa numa fôrma redonda untada com óleo, polvilhe com um pouco de sal - se desejar, acrescente algumas azeitonas inteiras. Deixe crescer por mais 20 minutos. Leve ao forno bem quente. Quando dourar, abaixe um pouco a temperatura do forno e asse por mais uns 15 minutos. Para saber se a focaccia está assada, bata com uma colher na massa: estará pronta se provocar um som seco. Sirva em temperatura ambiente no lugar do pão, com um antepasto.

Espaguete Carbonara

Ingredientes

400 gramas de espaguete
100 gramas de bacon
2 colheres de sopa de manteiga
½ xícara de queijo parmesão ralado
4 ovos
¼ de xícara de creme de leite
2 colheres de sopa de óleo
sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo

Bata os ovos numa tigela funda, junte uma pitada de pimenta-do-reino, creme de leite e o queijo parmesão. À parte, frite o bacon no óleo, cortado em tirinhas finas; escorra toda a gordura, secando-o em papel absorvente. Cozinhe a massa, escorra e, ainda bem quente, coloque na tigela com os ovos batidos e a manteiga. Misture bem até que os ovos fiquem bem cozidos. Salpique com sal e cubra com bacon frito. Sirva imediatamente.

Rendimento: 4 porções

Carpaccio com Rúcula

Ingredientes

250 gramas de fatias de carpaccio
2 cenouras raladas
uma rúcula lavada
100 gramas de mussarela picada em cubos
sal e pimenta-do-reino a gosto
azeite de oliva e suco de limão

Preparo

Coloque ao redor de uma travessa as fatias de carpaccio. No centro, a rúcula cortada com a mão, salpicada com as cenouras raladas. Espalhe os cubinhos de mussarela e tempere com sal, pimenta-do-reino, azeite de oliva e suco de limão.

Rendimento: 4 porções

Camarão à Veneziana

Ingredientes

1 kg de camarão graúdo limpo
2 folhas de louro
2 cebolas
1/2 copo de vinho branco seco
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1/2 litro de água
1 dente de alho
2 tomates sem pele e sem sementes
suco de limão, sal, tomilho, orégano, salsinha picada e pimenta a gosto

Preparo

Tempere o camarão com sal, pimenta, louro, suco de limão. Deixe marinar por 1 hora. Faça um caldo com a água, os tomates, as cebolas, o alho, o sal, o tomilho, o orégano e o vinho. Ferva por 15 minutos e coe. Aqueça a manteiga misturada ao azeite e refogue o camarão, passado rapidamente na farinha, até dourá-lo. Junte o caldo coado e cozinhe por mais 15 minutos. Salpique com salsinha e sirva.

Rendimento: 4 porções

Bruschetta

Ingredientes

1 xícara de manteiga
4 dentes de alho amassados
1 colher de sopa de orégano
1 pão italiano em fatias
6 tomates cortados em cubinhos
sal a gosto
folhas de manjericão

Preparo

Em uma assadeira, coloque as fatias de pão. Em uma vasilha, misture a manteiga, o alho, o sal e o orégano até formar uma pasta homogênea. Espalhe com uma espátula a pasta de alho em um lado das fatias de pão. Leve ao forno médio preaquecido por 10 minutos. Retire do forno e distribua o tomate por cima, cobrindo a superfície da torrada. Leve ao forno novamente por mais 15 minutos. Desligue o fogo e deixe descansar por 5 minutos dentro do forno. Polvilhe com as folhas de manjericão e sirva.

Rendimento: 6 porções.

Molho de carne sem cor

Se o molho de carne ficar sem cor, acrescente duas colheres (chá) de café solúvel.

Nunca de metal

Para bater a maionese, utilize sempre uma vasilha de louça ou de vidro, nunca de metal.

Molho encaroçado

Se um molho à base de farinha encaroçar, basta passá-lo pela peneira.

Molho salgado? Tudo tem solução...

Se o molho ficar salgado demais, junte uma fatia de pão e cozinhe mais um pouco.

Molho salgado? Tudo tem solução...

Se o molho ficar salgado demais, junte uma fatia de pão e cozinhe mais um pouco.

Molho salgado? Tudo tem solução...

Se o molho ficar salgado demais, junte uma fatia de pão e cozinhe mais um pouco.

Molho para salada

Misture a maionese que sobra no fundo do vidro com um pouco de suco de limão e você terá um ótimo molho para salada.

Uma dica gostosa para colocar sobre batatas assadas

Iogurte com cebola ralada é uma mistura muito gostosa para se colocar sobre batatas assadas.

Para o peixe não grudar na assadeira

O peixe não gruda na assadeira e fica com mais sabor se o fundo da assadeira for forrado com uma camada de fatias de batatas cruas.

Você sabe fazer ovo frito?

Para fazer um ovo frito, você deve untar a frigideira com azeite ou manteiga e colocar o ovo.

Tampe e cozinhe em fogo moderado até o ponto desejado. Tempere e sirva.

Formas diferentes para untar a forma de bolo

Em vez de untar a forma de bolo com farinha de trigo, use aveia , farinha de rosca ou farelo de trigo. Além de saudável, o bolo adquire uma textura diferente.

Para que o bolo não grude no prato em que vai ser desenformado

Polvilhe o prato com açúcar de confeiteiro.

Os biscoitos grudaram na assadeira?

Se os biscoitos grudarem na assadeira, coloque-os sobre a chama do fogão durante alguns segundos. Eles soltarão facilmente.

Couve-flor branquinha

Para manter a couve-flor branca, adicione um pouco de leite a água do cozimento.

Purê aguado

Quando o purê fica muito aguado, basta salpicar a mistura com um pouco de leite em pó.

Descongelar frutos do mar

Para descongelar frutos do mar, coloque o pacote ou vasilha na geladeira e deixe descongelar lentamente, sem tirar da embalagem.

Calcule o feijão

1 xícara de feijão cru serve três pessoas depois de pronto.

Para eliminar a baba do quiabo

Lave-o ainda inteiro, seque-o e coloque-o numa tigela com um pouco de suco de limão, deixando repousar durante 15 minutos. Depois lave ligeiramente, corte e cozinhe.

Molho menos gorduroso

Para retirar o excesso de gordura do molho, deixe-o no congelador durante vinte minutos. Assim, a gordura ficará congelada e sua remoção será mais fácil.

Bechamel

Bechamel é um molho branco de manteiga, farinha e leite (temperado por infusão) que compõe vários pratos italianos: lasanhas, gratinados etc. Para um bechamel suave e cremoso, deve-se seguir algumas regras:

Aqueça o leite com temperos como cebola, alho, louro e noz-moscada. Deixe descansar um pouco e passe por uma peneira (chinois), descartando os temperos. Reserve.

Em uma panela, junte primeiramente a farinha e a manteiga, mas não deixe que a farinha escureça durante seu cozimento com a manteiga. Ela deve cozinhar apenas o suficiente para romper os grãos de amido e evitar o gosto de cru (1 a 2 minutos).

Junte o leite a essa mistura aos poucos, fora do fogo e sem parar de mexer, para impedir a formação de grumos.

Mexa sempre, até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe até que o molho esteja pronto, na consistência desejada.

Se o molho por algum motivo ficar com grumos, passe pela peneiras e volte à panela para aquecer.

Macarrão colorido

Para fazer macarrão colorido, acrescente à massa: espinafre para massa verde, beterraba para massa rosada ou chocolate em pó para a massa marrom.

Cozinhando uma lula

As lulas ficam duras se você cozinhá-las mais do que 3 ou 4 minutos. O segredo é acrescentá-las por último, na preparação.

Guardar azeitona

Guarde as azeitonas na geladeira cobertas com água filtrada, sal e um pouco de azeite. Assim elas não ficarão rançosas.

Banana Frita

Antes de fritar a banana, passe-a em farinha de trigo. Assim ela não fica encharcada na gordura.

Banana na salada de frutas

Para que a banana da salada de frutas não escureça, fatie-a com uma faca umedecida em suco de limão. O limão conserva o alimento em seu melhor estado por mais tempo.

Banana na salada de frutas

Para que a banana da salada de frutas não escureça, fatie-a com uma faca umedecida em suco de limão. O limão conserva o alimento em seu melhor estado por mais tempo.

Abrir maracujá

Ao invés de cortar o maracujá ao meio, para fazer suco, experimente cortar só a ponta. Assim você nao desperdiça o caldo e tira a polpa de uma só vez.

Abacaxi maduro

Para saber se o abacaxi está maduro e pronto para ser consumido, puxe uma folha da coroa - ela deve sair com facilidade. Tem aroma adocicado quando maduro. Parte mole e escura indica machucado.

Laranja com mais suco

Para extrair mais suco das laranjas, antes de espremê-las coloque-as por cinco minutos mergulhadas em água quente.

Descascar maçãs

Se você precisar descasdar muitas maças para fazer doce, deixe todas alguns minutos em água fervente. As cascas soltarão com maior facilidade.

Maçãs assadas

Para que as maçãs não se desmanchem quando você for assá - las no forno, experimente furar com um garfo em toda sua volta, isto evita que elas percam a forma natural.

Feijão cozido mais rápido

O feijão cozinhará mais depressa se você der uma primeira fervura por cinco minutos, depois escorrer e deixar cozinhar em nova água.

Feijão queimado

Para tirar o cheiro de queimado do feijão, umedeça um pano e coloque na panela como se fosse uma tampa. Quando o feijão ferver, o cheiro ficará retido no pano.

Feijão mais macio

Coloque no feijão de molho, de véspera, uma colherinha de fermento em pó. Ele ficará mais macio.

Feijão mais macio

Coloque no feijão de molho, de véspera, uma colherinha de fermento em pó. Ele ficará mais macio.

Menos tempero

Sempre que congelar algum prato pronto, evite temperá-lo muito, pois o congelamento acentua o sabor dos temperos.

Alimentos que não devem ser congelados

Alguns alimentos que não devem ser congelados:

- batatas cozidas;
- carne seca;
- conservas;
- creme e pudins que levem amido de milho em seu preparo (eles soltam água quando descongelados);
- gelatina (talha ao ser descongelada);
- maionese.

Eca!

Para retirar facilmente as tripas do camarão, use uma agulha de crochê bem fina.

Eliminar o cheiro do camarão

Para eliminar o cheiro do camarão, acrescente à água fervente, durante o cozimento, um molhinho de salsa.

Mais camarão...

Lave e enxugue os camarões. Coloque um por um numa assadeira, ponha sal por cima e leve ao forno para secar. Frite-os e use na preparação de molhos, croquetes, saladas e outros pratos.

Camarão com sabor de lagosta

Cozinhe o camarão com casca em cerveja, ele ficará com um sabor parecido com o da lagosta.

Camarão com mel

Essa você não sabia, né? Facíl.... Empane os camarões em mel e farinha de rosca. Frite em óleo. Pronto.... não é uma delícia?

O que fazer com a casca do camarão?

Guarde as cascas no congelador dentro de um pote com tampa, pois elas podem ser usadas no preparo do arroz.

Como fazer?

Ferva água com as cascas do camarão e depois é só cozinhar o arroz com essa água. Fica um gostinho delicioso de camarão.

Rápido e fácil

A casca do camarão sairá facilmente se você despejar por cima água fervente com um pouco de limão ou vinagre.

Cozinhando camarão

O cozimento não deve ser demorado, pois ele resseca e diminui de tamanho muito rápido. Entre 5 a 10 minutos são suficientes para atingir o ponto de cozimento.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Pavê de coco e abacaxi

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
1 lata (medida) do leite
2 gemas
1 colher (sopa) de amido de milho
2 claras
4 colheres (sopa) de açúcar
1 lata de creme de leite
200g de coco adoçado
1 lata de abacaxi em calda picado
calda do abacaxi para umedecer
biscoitos tipo Maria

Preparo:

Em uma panela coloque o leite condensado, o leite desmanchado no amido de milho, as gemas e leve para ferver até tomar consistência de creme. Reserve. Bata as claras em ponto de neve, junte o açúcar até formar um suspiro firme. Junte o creme de leite e a metade do coco. Misture delicadamente. Em um recipiente distribua uma camada de biscoitos umedecidos na calda do abacaxi. Espalhe o creme de gemas, o abacaxi picado, os biscoitos e o segundo creme feito com as claras. Alterne camadas, terminando com o creme de gemas. Cubra com o restante do coco e decore com metades de abacaxi e cerejas ou decore a gosto.

Rendimento: 12 porções